quarta-feira, 7 de março de 2018

Na Estrada :: Um problema (e uma solução) que ocorre no Caminho de Santiago

Nos deparamos com um problema comum e bem preocupante. Porém poucos estão falando sobre ele.


Por Fernando Jácomo,

Para aqueles que estão nos acompanhando na nossa página do facebook, sabem que o início do ano foi especial para nós: fizemos pela segunda vez o Caminho de Santiago.

Entre todo o material que coletamos (informações, vídeos e acontecimentos) houve um evento em especial que nos chamou a atenção. Na realidade um problema... ou dois.. estamos falando dos piolhos (inclui-se os chatos aqui) e dos chinches.

Esses artrópodes podem ser facilmente transmitidos de pessoa para pessoa (no caso do piolho) e também em camas, lençóis, roupas, tapetes, toalhas e afins. Todos eles são comuns em qualquer época do ano, mesmo no inverno. Estranhamente é um problema que poucas pessoas comentam e percebi que existe um receio em falar dele. Mas é importante falar, pois suas picadas podem, além de causar coceira, vermelhidão e desconforto, ocasionar uma reação alérgica.

Acredite, isso acontece e pode complicar sua caminhada. Mas não se desespere. Primeiro que sua frequência é baixa e segundo, porque a solução é fácil.

Por isso fique ligado no texto abaixo caso você tenha sido agraciado com a picada de um desses bichos ou mesmo se está com receio deles.

Uma manhã incomum
Em uma bela e corriqueira manhã no caminho, estávamos Leandro e eu arrumando as mochilas para mais um dia de caminhada de Melide até Arzua. Apesar dos pés doendo, a ansiedade era grande pois faltavam somente dois dias até a cidade de Santiago de Compostela.

Nada poderia nos impedir... até que Leandro foi ao banheiro repentinamente. Pensei: "Deve ser uma dor de barriga? Terá sido aquele delicioso pulpo de Melide?"

Minutos depois Leandro me pede uma pinça (essas de pêlo). "Teria ele um pelo encravado e inflamado?" Entreguei e mais alguns minutos depois, ele sai do banheiro com um desses bichinhos em sua mão. Sua cara era de espanto.

Logo comecei a procurar algum deles em mim, mas por sorte não encontrei. Enquanto Leandro fazia uma caçada aos pequenos piolhos pelo corpo, comecei a pesquisar na internet o problema.

Além do contato sexual (o que não era o caso), Leandro poderia ter "pegado" um desses bichos na própria cama. Sua solução imediata foi passar um creme pelo corpo para amenizar a coceira e assim que encontrássemos uma farmácia, mostraríamos uma foto do dito cujo e pediríamos um remédio.

Logo em Arzúa, após uma visita a farmácia e já medicado, Leandro se livrou dos hospedeiros e suas causas.

Por que eles ocorrem no caminho?

Chinches e piolhos são pequenos animais comuns no caminho. Não há um motivo certo para o que aconteceu. O que sabemos é que em algumas noites Leandro não dormiu em seu saco de dormir e sim diretamente no colchão, lençóis e cobertores de alguns albergues, hotéis e hostels. 

Ele não estava totalmente vestido e isso pode ter facilitado o problema. Eu por outro lado sempre dormia em meu saco de dormir e nas vezes em que não dormi (como em hotéis), eu estava vestido com a segunda pele.

Apesar de haver um certo cuidado quanto as camas no caminho de Santiago, alguns albergues podem não ter o cuidado devido com seus colchões. A alta rotatividade de pessoas (peregrinos abandonam o local as 08:00 para as 14:00, novos se hospedarem) e a grande quantidade de pessoas, podem intensificar o problema.

Essa troca constante de pessoas com seus suores, pelos e roupas podem transportar esses queridos animais indesejados que podem, além de prenderem em seu corpo/roupa, te deixar com feridas e coceiras.

Diferente dos chinches, os piolhos vivem em torno de 24 à 48 horas sem um hospedeiro, por isso sua transmissão também é possível no caminho.

Fui picado, o que faço?

  • O Chinche é na verdade um percevejo de cama, por isso ele tenderá a ficar nas roupas, toalhas etc. A recomendação é olhar suas coisas ou se possível lavar tudo e deixar na secadora no modo quente. Deixar as roupas no sol também ajuda.
  • Ambos não causam danos à saúde, mas suas picadas são irritantes, pois podem causar inchaço e coceira. Mas fique alerta para não ser picado em grande quantidade, aí você pode ter uma reação alérgica. Anti-histamínicos ou anti-inflamatórios ajudam.
Fonte da Imagem
  • No caso do piolho, a recomendação é passar um sabonete ou xampu próprio para elimina-los. Existem vários tipos de piolho, o ideal é ver qual o seu para o farmacêutico/médico indicar o produto correto. O xampu tem uma substância chamada permetrina e o tratamento para retirada das lêndeas é com o pente fino. Há medicamento via oral (ivermectina) para os casos resistentes ao xampu;
  • Por fim aqui vai aquele velho e bom conselho: busque um profissional. Uma farmácia pode ajudar na solução do problema (existem várias pelo caminho todo), porém se você perceber que a quantidade ou os efeitos estão muito fortes, é melhor parar na próxima cidade e consultar um médico - os albergues podem ajudar;

Como evita-los?

  • No caso do Chinche, analise o quarto antes, se puder. Tire foto (ou capture um) para mostrar ao hospitaleiro. Peça para trocar de quarto ou na pior das hipóteses, peça o reembolso;
Fonte da Imagem: http://ratas.org/control-plagas/chinches/

  • Durma sempre em seu saco de dormir. Não caia na tentação de dormir fora dele. 
  • Não deixe as roupas espalhas pelo chão ou pelos sofás. Deixe o mínimo possível desprotegido e fora da mochila;
  • Tome banho! Isso parece um conselho estranho para nós brasileiros (que tomamos banhos todos os dias), porém os estrangeiros muitas vezes não tomam banho e tem brasileiro que quer fazer igual;
  • Lave suas roupas;
  • (atualização) Dica da peregrina Luiza Cavalcanti - Borrifar os colchões, lençóis, roupas e mochila (nunca a pele), com sprays que combatem chinches e pulgas.

Atenção

  • Raspar os pêlos do corpo podem minimizar um novo contágio, mas o xampu é mais eficiente. Eliminar os pelos pode ocasionar outros problemas derivados do atrito da caminhada.
  • O uso da camisinha é obrigatório para evitar DST e sexo pode acontecer no caminho. São inúmeras pessoas e muitas delas descompromissadas e livres. Entretanto você não estará livre do risco da transmissão do chato (piolho da púbis) durante o sexo. Tenha consciência disso.

Conhece nosso Canal?
Confira nossa playlist sobre o Caminho de Santiago



Fontes



Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Total de visualizações

Ofertas

Vendas de Consoles no Mundo

Marcadores

13 reasons why 3% 99 vidas a torre negra action figures activision adventure Time Agatha Christie america's Got Talent animações Animais Fantasticos anos 80 apple artes artes marciais artigo assassins creed astronomia atari avatar bastidores batman bebe e jogo bebidas bethesda beyond good and evil bgs black Mirror Blade runner bleach blizzard board games borderlands brazil games bruxas bungie call of duty caminho De Santiago De Compostela cannes capcom Cara Gente Branca carl sagan castlevania causas sociais cavaleiros do zodiaco Caverna do Dragao chaves ciencia cinema civilization contra copa do mundo cosplay counter strike Criticas críticas-Filmes curiosidades dança Dark Darksiders DC deadpool death note defensores destiny DesventurasEntreACruzEAConcha detona Ralph dicas disney doctor who documentario donkey kong Doug Douglas Adams dragon ball e3 ea sports entre A Cruz E A Concha entre cuba e mexico entrevista Episodios esportes esports estilo; comidas faceDance far cry fatal fury feminismo ficção cientifica fifa filmes de terror final fantasy final fight fortinite fox FreeGames frozen funko futebol galeria galerias de fotos game of thrones gameplay games brasileiros games-retro Gaming gatos globo god of war guardioes da galaxia guia harry Potter hbo hello kitty Hercule Poirot Historias-Nerds horizon zero dawn house of cards india indie games infamous infográficos injustice Institucional internet invocacao do mal It james bond Jaspion jouney jurassic park justiceiro k-pop kill bill king of fighters kingdom hearts kojima konami la casa de las flores la casa de papel lanterna verde last of us lego liga da justiça livros lucky luke mad max makingOff manga mario marketing marvel Marvel Versus Capcom mega drive megaman merlí metal gear Michael Jackson microsoft missao impossivel mitologia grega monty python mortal kombat museus musica Na Estrada namco naruto neon genesis evangelion netflix news ni no kuni nights nintendo no mans sky oito mulheres e um segredo one piece onze homens e um segredo oscar overwatch pacman papo play PCGames peanuts pixar planeta dos macacos plants versus zombies playmobil playstation pokemon pokémon pokmon politica e sociedade portas dos fundos power rangers princesas quadrinhos Quem somos quentin Tarantino realidade virtual reality show Red Dead Redemption 2 religiao resident evil Rick & Morty rock rockstar RPG sailor moon San Diego Comic-Con sao paulo saude Sci Fi Sega senhor dos aneis sense8 seriados shazam shows silent hill silvio santos simpsons slender man Smash Bros snk snoopy sonic sony Space Opera speedrun spider man square star trek star wars steam stephen king Stranger Things street fighter streets of rage super sentai superman tales from borderlands tbt teatro tecnologia TecToy tekken telefonia televisao telltale The Big Bang Theory the last of us the walking dead The witcher this is america Tintim Tomb Raider TOP5 trailer transformers trophy X-ray turma da monica tv ubisoft uncharted videogames live videos vingadores warcraft World War Z xbox xmen you tube yu yu hakusho Zelda zumbis

Blog Archive