segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Destiny 2 :: Relato de (mais) um viciado


Por Fernando Jácomo (Psn @ferjacomo),

Sou um gamer de fases. Atualmente estava viciado em Overwatch. Em quase um ano de jogatina, deu para platinar o jogo, comprar uma arma dourada, fazer novos amigos e tudo o que o game da Blizzard oferecia.

Antes disso, nada havia me viciado tanto. Até o primeiro Destiny não me supreendeu muito. Talvez pelo fato de ter jogado muito tempo depois do seu lançamento, mas achei ok. 

Aí veio Destiny 2 da Bungie. Não estava no Hype, mas queria muito jogar. Queria voltar àquele universo e ver o que aconteceria com ele. O que eu encontrei, foi um jogo que me fez ficar ocupado nos últimos finais de semana desde 10 Setembro (quando comprei o jogo) até agora. 

Sem perceber, estava viciado. Varando as noites de sexta e do sábado, explorando cada canto do jogo.

Lembro que em um domingo, eu tinha uma prova de meia-maratona para fazer. Quando estava chegando no km 15 da corrida, meus pensamentos eram: "preciso acelerar o passo para terminar a corrida o quanto antes para voltar para Destiny 2". Tive um bom resultado na prova, mas o melhor, consegui chegar em casa antes do meio-dia para ligar meu Playstation e continuar a jogatina.

Sempre em companhia do meu buddy @L34NDRO-CD, (que embarcou no mesmo vício), fechamos a história 3 vezes (com cada uma das classes), exploramos as sidequests e começamos a fazer novos amigos.

Ontem chegamos em um ponto em que não era mais possível fazer nada nos mapas e começamos a nos arriscas nas Incursões Leviathan (Raids) e no Desafio dos 9. Por sorte tivemos alguns bons tutores, o que me fizeram questionar o quanto Destiny tem espaço para ser um ambiente altamente colaborativo ou um ambiente tóxico nas mãos de jogadores que não toleram falhas de novatos como eu.

As Raids são 100% colaborativas, sem brecha para muitas falhas. Cada membro (de um time de 6), tem uma função específica que exige sinergia, colaboração e paciência. Parecem até uma dinâmica de grupo - daquelas que vemos em empresas - porém de forma muito (muito) mais divertida. 

Não fechamos os desafios, empacamos no segundo, mas depois fiquei pensando quando seria o melhor momento para chamar o mesmo grupo e continuarmos a Raid. E por horas fiquei imaginando como cumprir o mesmo desafio da melhor forma possível.

Mas o que me fez ficar tão viciado em Destiny 2? 

A história é boa, mas não é inédita (Massa Effect ainda leva a melhor nessa), os cenários são versões melhoradas de mundo aberto de fantasia (nada inédito) e o gráfico é excelente (mas não a ponto de ser tão diferente do primeiro Destiny). 

A resposta gira em torno das possibilidades e da colaboração do jogo. Colaboração em games não é algo inédito, inclusive para Destiny, mas a presença do meu amigo, dos meus novos amigos-de-destiny e de meus tutores me guiando, são provas de que o jogo melhorou em muito seu potencial colaborativo e que exigirá um novo modo de pensar da comunidade. 

E obviamente que essa interação real e virtual em compartilhar missões e experiências, não são inéditas (vide meu caso com Overwatch no início do texto), mas ganharam um novo patamar em Destiny 2 e tendem a nortear os jogos online e como nós, viciados por jogos nesse estilo, tenderemos a interagir in-game nos próximos anos.


Fernando Jácomo, Analista de Sistemas com especialização em Gestão de Negócios, além de estudante de História é um gamer que acumula jogos. Quando pensava em jogar algo parado na prateleira, foi lá e comprou Destiny 2.

Confira Nossos Vídeos

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Total de visualizações

Ofertas

Vendas de Consoles no Mundo

Marcadores

13 reasons why 3% 99 vidas a torre negra action figures activision adventure Time Agatha Christie america's Got Talent animações Animais Fantasticos anos 80 apple artes artes marciais artigo assassins creed astronomia atari avatar bastidores batman bebe e jogo bebidas bethesda beyond good and evil bgs black Mirror Blade runner blizzard board games brazil games bruxas bungie call of duty caminho De Santiago De Compostela cannes capcom Cara Gente Branca carl sagan causas sociais cavaleiros do zodiaco Caverna do Dragao chaves ciencia cinema civilization contra copa do mundo cosplay counter strike Criticas críticas-Filmes curiosidades dança Dark Darksiders DC deadpool death note defensores destiny DesventurasEntreACruzEAConcha detona Ralph dicas disney doctor who documentario donkey kong Doug Douglas Adams dragon ball e3 ea sports entre A Cruz E A Concha entre cuba e mexico entrevista Episodios esportes esports estilo; comidas faceDance far cry fatal fury feminismo ficção cientifica fifa filmes de terror final fantasy final fight fortinite fox FreeGames frozen funko galeria galerias de fotos game of thrones gameplay games brasileiros games-retro Gaming gatos globo god of war guardioes da galaxia guia harry Potter hbo hello kitty Hercule Poirot Historias-Nerds horizon zero dawn house of cards india indie games infamous infográficos injustice Institucional internet invocacao do mal It james bond Jaspion jouney jurassic park justiceiro k-pop kill bill king of fighters kingdom hearts kojima konami la casa de papel lanterna verde last of us lego liga da justiça livros lucky luke mad max makingOff manga mario marketing marvel Marvel Versus Capcom mega drive merlí metal gear Michael Jackson microsoft missao impossivel mitologia grega monty python mortal kombat museus musica Na Estrada namco naruto neon genesis evangelion netflix news ni no kuni nights nintendo no mans sky oito mulheres e um segredo one piece onze homens e um segredo oscar overwatch pacman papo play PCGames peanuts pixar planeta dos macacos plants versus zombies playmobil playstation pokemon pokémon pokmon politica e sociedade portas dos fundos power rangers princesas quadrinhos Quem somos quentin Tarantino realidade virtual reality show Red Dead Redemption 2 religiao resident evil Rick & Morty rock rockstar RPG sailor moon San Diego Comic-Con saude Sci Fi Sega sense8 seriados shazam shows silent hill silvio santos simpsons slender man Smash Bros snk snoopy sonic sony Space Opera speedrun spider man square star trek star wars steam stephen king Stranger Things street fighter streets of rage super sentai superman tales from borderlands tbt teatro tecnologia TecToy tekken telefonia televisao telltale The Big Bang Theory the last of us The witcher this is america Tintim Tomb Raider TOP5 trailer transformers trophy X-ray turma da monica tv ubisoft uncharted videogames live videos vingadores warcraft World War Z xbox xmen you tube yu yu hakusho Zelda zumbis

Blog Archive